SOU CRIATIVO!

Universalmente sou um cara muito rico! Sim!
A wikipédia diz: "A criatividade é considerada uma capacidade humana de grande valor universal" e "é fruto do contexto social no seu desenvolvimento natural e humano".

Ótimo, sempre me achei especial, sabe como é, sou o sexto filho!
O cachorro veio antes :)

Assim, quando eu era pequeno, sabia que eu precisava absorver o máximo de conhecimento e tinha que fazer isso sozinho ou seja, pelos meus proprios meios. Assim, aprendi a aprender rápido e assim assegurei minha posição desde a tenra infância.
Com o conhecimento veio o repertório que me manteve à frente de meus desafios até o momento.





InterSp@ce Cybercafé: 3 anos a mil!

Em 1998 InterSp@ce foi o primeiro cybercafe de Florianópolis.

O InterSp@ce Cybercafé foi uma empresa planejada e estudada até a exaustão. O modelo de negócio era tão inovador e estava tanto à frente do seu tempo que recebeu prêmios por inovação. E pensar que há vinte anos atrás já faziamos o que hoje está na moda. Mas o melhor de tudo foi ter contribuido para melhorar a vida das pessoas. Fizemos muitos amigos, tomamos muito café (adoro café) e todos aprendemos muito.

O InterSp@ce era uma ótima vitrine onde se encontravam os formadores de opinião, empresários, hackers, professores e alunos. Desde o primeiro dia foi um turbilhão de informação, onde conheci gente do mundo todo, o InterSp@ce Cybercafé era frequentado por vários viajantes de países mais avançados. Havia momentos que pensava estar em outro país de tantos Australianos, Ingleses, Alemães e muito mais! Empenhado em bem atender os clientes, aprendi na correria a me comunicar em línguas que nem sabia que existiam. E a visibilidade que a empresa tinha no exterior era maior que a no próprio município. Havia momentos em que éramos tratados como celebridade, com entrevistas, matérias nos jornais e tudo mais.

O Bug do milênio foi festejado com direito à fantasias temáticas.

Mas ficou difícil abrir as sete horas da manhã e trabalhar neste turbilhão até as quatro da madrugada. Daí tínhamos que limpar tudo para reabrir novamente poucas horas depois. Usei todos os recursos que tinha para abrir e, para fazer render tinha que ser feito um esforço diário gigantesco. Era bom e divertido, mas muito cansativo. Na atualidade serviria muito bem ao conceito incubadora de start-ups tecnológicas. Muitas ideias, um ambiente gostoso e inspirador. Passaram por lá os expoentes de uma nova era e foi uma grande escola.

O InterSp@ce, mesmo ganhando prêmios da Suécia, envelheceu e fechou.

icone ic

Conheci gente boa neste período. Parceiros até hoje, o Arthur Lago e o Amilcar da InterCorp que nos forneciam internet, nos acolheram quando fechamos o cybercafé.

Lhes sou muito grato.

Em 2000, mudamos o quadro societário e fechamos a parte café. Assim pude concentrar meus esforços no atendimento da parte cyber. Muitos dos bons aprendizados do InterSp@ce se transformaram em produtos, como os Servidores e suporte corporativos e o site OndeHospedar.

Agradeço a todos que, direta ou indiretamente, contribuíram para o funcionamento do InterSp@ace.

Hoje sigo sozinho, mas levo a todos no meu coração.

Mario Zanchet

A RECICLAGEM PESSOAL

Hoje a barra não está leve, escrevo isso num tempo em que o Brasil inteiro está em agonia. Não há trabalho e não há contratações de nenhum tipo.
Sou um humilde artesão tecnológico e sempre tive trabalho, pelo menos nestes últimos 30 anos. E, depois do Lula e da Dilma tudo foi pro brejo e afundou na lama da corrupção de brasilia.

Hoje, acordo todos os dias desejando que este pesadelo tenha acabado e eu encontre um trabalho. Assim luto todos os dias para aprender alguma coisa que pode ser útil e que seja uma possibilidade de um futuro sustento.