AutoCad

Para você ver como as coisas são estranhas, em 89 quando entrei na faculdade, meus nobres professores queriam formar um arquiteto que desenhasse a mão, enquanto eu queria ser um arquiteto que desenhasse usando um computador, eu acreditava e trabalhava nisso. Com muito esforço para vencer esta resistência eu consegui, em 97, me formar em arquitetura baseando meus estudos no uso do computador como ferramenta de trabalho.

Nesse interim aprendi como fazer o computador facilitar o meu trabalho. Tudo evoluiu nestes 14 semestres, incluindo o programa usado para o desenho no computador. Parte da evolução deste foi por minha causa, ou por causa de pessoas como eu.

Programar o AutoCad foi meu sustento por muitos anos e tive a oportunidade de conhecer autoridades estratosféricas da arquitetura por causa disso. Numa determinada disciplina, o professor convidou um grande e famoso arquiteto para uma aula especial, qual a surpresa da classe quando o doutor estrela me conhecia e me cumprimentou com um abraço amistoso e ao professor dedicou apenas a um aperto de mão. Impagável! Eu podia não ser reconhecido no meio acadêmico, mas era no ramo profissional.